Cirurgia da vesícula biliar por videolaparoscopia.

 

A colecistectomia é a retirada da vesícula biliar por meio de cirurgia. A técnica mais praticada hoje é a colecistectomia por videolaparoscopia. Este procedimento determina menor desconforto doloroso no pós- operatório, menor cicatriz cirúrgica e menores índices de infecção. Outros procedimentos como a classicamente chamada de colecistectomia aberta é realizada por meio de incisão abdominal de aproximadamente 20 cm e por esta razão é mais dolorosa e expõe a cavidade abdominal ao meio ambiente podendo determinar maiores taxas de infecções de pós-operatório. 
A colecistectomia geralmente é indicada pela presença de cálculos dentro da vesícula biliar que causam dor, empachamento no estômago, dificuldade de digestão ou até mesmo quadros graves como abdome agudo por processo infeccioso da vesicula biliar. Outras indicações cirurgicas tambem incluem a colecistite alitiásica (sem cálculos), pólipos da vesícula biliar, câncer, dismotilidade vesicular biliar sintomática e ainda como parte de outros procedimentos cirúrgicos, como, cirurgias para o emagrecimento, duodenopancreatecnomia, anastomoses bíleo-digestivas,dentre outros. Vale salientar que a Unicirurgia foi uma das pioneiras em videolaparoscopia no Norte-Nordeste realizando esta técnica desde 1990.

Cirurgia de hérnia

As hérnias abdominais consistem na saída de estruturas intra abdominal através de orifícios naturais ou adquiridos ou fraqueza da parede do abdome. Exemplo clássico são as hérnias inguinais que se apresentam, em geral, pela saída de parte do intestino delgado ou grosso para região inguinal ou mesmo bolsa escrotal. As hérnias, salvo algumas contra indicações, são de tratamento cirúrgico.

 

Hernia inguinal

UA-77232784-1